Policial

Vítima pede socorro em hospital e agressor é preso pela Polícia de Brasilândia

Na tarde desta quinta-feira (27), Policiais Civis e Militares de Brasilândia prenderam em flagrante delito um homem de 36 anos, acusado de agredir a esposa e de tentar enforcá-la com as mãos.

O fato ocorreu no município de Brasilândia, em frente de ma cerâmica, onde o agressor aguardava uma carga de tijolos. Durante uma discussão dentro da boleia do caminhão motivada por uma garrafa de água, o homem teria desferido um forte tapa no ouvido da vítima e em seguida teria tentado esganá-la. O filho do casal, de apenas três anos de idade, teria presenciado tudo.

Depois dessas agressões e temendo ser morta pelo marido, a vítima fingiu estar com falta de ar e pediu para que o agressor a levasse ao hospital. Ele acabou consentido e a levou para unidade de saúde, porém, fez questão de acompanhá-la durante o atendimento médico.

A vítima então se aproveitou de um momento no qual conseguiu ficar sozinha com uma profissional de saúde e revelou que estava correndo risco de vida e que fora agredida pelo marido.

A direção do hospital informou o fato à Polícia Civil que se deslocou até o hospital, onde, com auxilio e policiais militares, fizeram a detenção do agressor. Ele estava sentado no meio fio, na frente do hospital, e portava uma faca. O homem não resistiu à abordagem e à prisão, sendo conduzido até Delegacia de Polícia, onde foi autuado em flagrante delito.

Delegado de Polícia Thiago José Passos da Silva

O agressor já tem condenação anterior por violência doméstica praticado contra uma ex mulher. Diante dos fatos, circunstâncias da prisão e histórico do autuado, ele foi autuado em flagrante delito e não foi arbitrada fiança, por entender o Delegado de Polícia Thiago José Passos da Silva estarem presentes os requisitos da prisão preventiva.

A Polícia Civil solicita que a sociedade denuncie a prática de crimes. As denúncias anônimas podem ser feitas via WhatsApp pelos números 67 999879169 e 67 999195990. O anonimato é garantido.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios