Região

Três dias após alta, ex-senador Delcídio volta para o hospital

Infectado simultaneamente pelos vírus que causam a covid-19 e a dengue, o ex-senador sul-mato-grossense Delcídio do Amaral precisou retornar para o hospital nesta terça-feira (28), três dias após receber alta. Ele descobriu há 14 dias estar com o novo coronavírus e precisou ser internado no Hospital da Cassems após se sentir mal.

Durante os três dias de internação, ele acabou descobrindo em exames também estar com dengue, o que agravou seus quadro e agrediu ainda mais seu organismo. A alta de Delcídio veio no sábado (25) após demonstrar melhoras no estado de saúde.

“O ‘ioiô’ dos sintomas resolveu ficar parado de ontem pra hoje e não melhorei. Essa noite tive mais febre e acredito que estou desidratando. Não adianta teimar! Estou voltando pro hospital”, anunciou no fim da manhã desta terça-feira em sua página do Facebook.

Conhecido nacionalmente por ser a liderança governista do PT no Congresso durante a gestão de Dilma Rousseff, Delcídio teve seu mandato de senador cassado, mas depois foi inocentado de algumas das acusações as quais respondia. Ele agora é presidente regional do PTB.

“Não subestimem a covid-19 nem a dengue. A ação de qualquer uma no organismo é horrível mas as duas juntas nos tornam um farrapo humano. Fiquem com Deus, cuidem-se bem e torçam por mim!”, alerta o ex-senador, também pelo Facebook.

Delcídio vem diariamente relatando seu estado de saúde no Facebook. Em postagem feita no sábado, dia de sua alta médica, ele se referiu aos profissionais de saúde como heróis e agradeceu ao apoio de todos. “Minha solidariedade, em especial, às mais de 85.000 famílias que choram pela perda dos seus entes queridos”, postou.

Com informações: Correio do Estado

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios