Três Lagoas

SOBREVOO! Crônicas de Marcio Ribeiro: DESUSO!

Penso na dor do outro ao ouvir: “vou comprar pra ajudar”. Tantas expressões arcaicas caindo por terra como “matar um leão por dia”, “atirei o pau no gato”, “mulher guerreira”, “atrás de um grande homem/uma grande mulher”…

Doutrinador? Que horrível eu seria: o espelho de um “Reizinho Mandão” de Ruth Rocha ou uma “Rainha da Moral e dos Bons Costumes” de Azul e Rosa. É que o mundo gira às novas percepções e não é questão de “achismo” ou ser “politicamente correto”, mas sim de Desconfiança, Interrogações para dentro de si…

Aquela noção de outrora “jaz” há dezenas de anos e aquele sapato já criou calos, joanetes e esporões e ainda continuamos usando! Incrível nossa capacidade em suportar o fardo e garfo tridente nas costas sob argumento de que “sempre foi assim….”.

Que Libertadora é a MUDANÇA!

Que a gente comece a “Salvar um leão e tantas onças pintadas por dia”; “a não atirar o pau no gato”, tampouco usar o termo “enforca gato” para aquela tira plástica com travas; a não achar elogio chamar uma mulher de “Guerreira”: pode haver um opressor por trás dela e resquício de escravidão à mulher ser “guerreira” porque é uma “faz tudo”, uma “Amélia, mulher de verdade”. A mulher é livre e fica junto, atrás ou na frente, aonde ela desejar…

Assim, jamais “vou comprar pra ajudar”, uma das frases mais infelizes e humilhantes! Numa relação de troca comercial quem quiser, que compre. Não quer? Pra quê comprar e ainda tripudiar?!

Não falei de Sadomasoquismo aqui. Acho!

Crônica do servidor público municipal de Três Lagoas Marcio Ribeiro

OBSERVAÇÃO: A Crônica é um tipo de texto narrativo curto, possui também uma “vida curta”, ou seja, as crônicas tratam de acontecimentos corriqueiros do cotidiano que ‘chamam’ para a discussão de assuntos cotidianos.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios