Policial

REGIÃO: Suspeito de matar a companheira a pauladas é preso

Homem de 34 anos foi localizado pela Polícia Civil na casa de sua mãe e não quis falar sobre o crime

A Polícia Civil prendeu no início da noite desta segunda-feira (18) o homem de 34 anos suspeito de ter matado sua companheira a pauladas, em Panorama (SP), cidade distante 101 km de Três lagoas.

Segundo o delegado Alessandro Baroni, o suspeito estava na casa da mãe. Após ser localizado, ele não quis falar sobre o crime.

Ainda conforme o delegado, o suspeito será encaminhado pra a Cadeia de Presidente Venceslau, para o cumprimento de prisão temporária pelo prazo de 30 dias.

A Polícia Civil prossegue com o inquérito e aguarda as conclusões dos laudos periciais. Posteriormente, a polícia solicitará a conversão da prisão temporária para preventiva.

Cabo de machado possivelmente usado na agressão foi apreendido — Foto: Polícia Civil.

O crime – Uma mulher de 32 anos morreu, em Panorama, após ser agredida a pauladas pelo próprio companheiro. A ocorrência foi registrada por volta das 21h deste domingo (17).

O corpo da vítima foi localizado em um terreno no bairro Marrecas, com ferimentos na face e na cabeça. De acordo com o delegado Alessandro Baroni, o agressor teria batido na vítima com um cabo de machado.

Durante a briga, a vítima pulou o muro e tentou fugir da casa, mas o agressor a alcançou. Quando foi localizada, a mulher chegou a ser socorrida ao Pronto Atendimento, mas não resistiu e morreu.

Ainda conforme o delegado, já havia um histórico de agressão familiar entre eles.

Conforme a Polícia Militar, uma testemunha, de 35 anos, confirmou que o autor das agressões era o marido da vítima, de 34 anos, e que a lesão havia sido feita com um cabo de machado.

Segundo as declarações da testemunha à PM, foram desferidas várias pauladas na cabeça da vítima e após perceber que a mulher caiu ao solo o homem fugiu correndo.

A perícia foi até o local e um inquérito policial foi aberto pela Polícia Civil. O fato foi registrado como homicídio qualificado e feminicídio.

Foi apreendido um cabo de machado de aproximadamente 60 centímetros.

Com informações: G1

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios