Policial

REGIÃO: Professor é preso preventivamente sob suspeita de abuso sexual infantil

A PRISÃO FOI EM TRÊS LAGOAS

A Polícia Civil prendeu em Três Lagoas, nesta quarta-feira 08 de Julho, Professor da rede Estadual de ensino de Água Clara.

A Prisão preventiva foi decretada pelo Poder Judiciário após operação conjunta da Polícia Civil e Ministério Público locais que investiga crimes de abuso sexual infantil. Após a decretação da prisão preventiva, a Polícia Civil de Três Lagoas prestou apoio essencial na localização e prisão do suspeito, que havia se mudado para a cidade.

O Professor, que atuava no Ensino fundamental, foi indiciado por estupro de vulnerável, assédio sexual, fornecer bebidas e narguile a menores de idade e provocar aborto de menor de 18 (dezoito) anos sem consentimento da vítima.

O suspeito é alvo da operação “Cosme & Damião”, deflagrada na cidade de Água Clara, que visa coibir crimes sexuais contra crianças e adolescentes. As investigações já haviam resultado na prisão de outro investigado e afastamento do Professor de seu cargo, e com o surgimento de fatos novos foi solicitada a prisão preventiva do investigado, sendo deferida pela Juíza da comarca.

O surgimento de fato novo grave – suspeita de aborto provocado pelo Professor em uma das vítimas sem seu consentimento – motivou a decretação da prisão como forma de garantia da ordem pública e conveniência da instrução criminal.

Ao todo, são ao menos 4 (quatro) vítimas diferentes, todas menores de idade, relatando crimes de diversos tipos praticados pelo suspeito.

Se denunciado pelo aborto sem consentimento da vítima, o suspeito poderá ser levado a júri, em caso de pronúncia pelo juízo da comarca. Isto porque se trata de crime doloso contra a vida, sujeito ao Tribunal do Júri, na forma da lei.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios