Policial

Homem morre ao levar tiro no peito em Três Lagoas

Foto: Jpnews

Miguel Gonçalves, de 34 anos foi morto nesta madrugada (08) em um bar na Rua dos Fotógrafos, bairro Jardim imperial em Três Lagoas.

Segundo informações ele levou um tiro no peito.

Relatos indicam que um casal inciou uma discussão e o homem agrediu a mulher, neste momento outro homem que estava no local tentou separar a briga, momento em que levou um tapa na cara do agressor.

Após levar o tapa na cara, o homem sacou um revólver para atirar no agressor, mas o tiro acabou acertando em Miguel que não tinha nada com o caso e estava se dirigindo ao caixa para pagar a conta.

Momentos depois do homicídio, o autor do crime, de 50 anos, foi preso.

Segundo detalhes da Polícia Militar, logo após o crime o autor foi abordado dirigindo bêbado pela cidade, em uma Hilux. Dentro da camionete foi encontrado o revólver calibre 38, utilizado no crime, mas o suspeito ainda tentou negar participação no homicídio de Miguel.

Ainda aos policiais, o homem chegou a dizer que estava no bar, ouviu o disparo e em seguida o proprietário do estabelecimento teria pedido para ele levar a arma de fogo. No entanto, o dono do bar negou os fatos.

Após ouvirem testemunhas, os policiais souberam que houve uma briga entre marido e mulher naquele estabelecimento, ocasião em que o homem de 50 anos levou um tapa no rosto. A princípio ele teria tentado separar a briga, mas após os fatos sacou o revólver e atirou.

Com isso, o tiro atingiu Miguel, que morreu no local. Há ainda suspeita de que ele tenha sido assassinado por engano, sem ter participação na briga. O autor do crime, inclusive, chegou a dizer que a vítima estava indo até o caixa para pagar a conta quando foi assassinada.

Apesar de tentar negar o crime, o homem foi identificado como o autor do disparo e preso em flagrante pelo homicídio, qualificado por motivo fútil. Ele ainda responderá por dirigir embriagado e pelo porte da arma. Ainda há informação de que um rapaz de 25 anos também foi preso por participação no crime e o caso é investigado.

Com informações: Midiamax

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios