Região

ESTADO: Polícia diz que adolescente que tomou abortivo é mãe de bebê deixado em sacola

Nascido com 25 semanas, o bebê socorrido nesta quarta-feira (9) em Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande, não foi encontrado na rua. Ele teria sido vítima de um aborto e a mãe, adolescente, também está internada no hospital.

O caso é acompanhado pela Polícia Civil e também pelo Conselho Tutelar. Assim, em um primeiro momento a mulher de 26 anos disse que tinha ouvido o choro da criança. Então, percebeu o bebê no saco plástico, na calçada na frente de casa. No entanto, depois desmentiu a versão.

Ainda conforme o site Ponta Porã News, ela acabou revelando que a mãe da criança era uma adolescente, moradora no mesmo bairro que ela. Como a jovem estava escondendo a gravidez da família, acabou tomando medicamento abortivo e o bebê nasceu prematuro.

No entanto, a vizinha de 26 anos que foi chamada para ajudar naquele momento, ao perceber que o bebê nasceu com vida o levou ao hospital. “Cheguei na casa por volta da meia-noite, uma hora da manhã e a criança já tinha nascido e vi que tinha que levar para o hospital’, disse.

Com isso, o bebê foi levado ao hospital e depois transferido ao Hospital Universitário de Dourados. Já a mãe da criança foi identificada e também está sob cuidados médicos, mas deve prestar esclarecimentos à polícia.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios