Policial

ESTADO: Militar encontrado morto em casa já tinha sido condenado pelo assassinato da namorada

Valdecir Ferreira de 59 anos, que foi encontrado morto em cima de sua cama na manhã deste domingo (7), no bairro Azaléia em Campo Grande. Ele já havia sido condenado pelo assassinato de sua namorada Kátia Valejo, em outubro de 2016. O julgamento foi em outubro de 2016.

Na época, o militar foi condenado a 4 anos de prisão em regime aberto. Durante seu julgamento Valdecir contou que Kátia atirou contra ela mesma e que no dia do crime não teria conseguido retirar a arma das mãos dela. Valdeci explicou que foi surpreendido por Kátia enquanto tomava banho.

Ela teria entrado armada no banheiro apontado a arma para ele e pedindo dinheiro. Os dois haviam ingerido bebidas alcoólicas e também tiveram relações sexuais. Valdeci falou que quando viu a vítima com a arma em punho, apenas, segurou o tambor do revólver. O militar alegou legítima defesa, na época.

Neste domingo, o militar aposentado foi encontrado morto em cima da sua cama, com ferimentos de facas nas costas e pescoço. A filha do militar teria recebido uma ligação avisando que o celular de Valdeci estava no bairro Bom Jardim e que era para ela ir buscar o aparelho. Com medo, a mulher chamou a polícia para ir até a casa do pai, que estava trancada e teve de ser arrombada pelos militares, que acabaram encontrando o corpo em cima da cama.

A residência estava toda revirada e com restos de alimentos espalhados na casa, assim como, várias latas de cerveja. Antes de fugir, o autor ainda teria tido o trabalho de trancar a casa levando as chaves da residência. A polícia trabalha com duas hipóteses, a de latrocínio ou homicídio.

Com informações: Midiamax

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios