Policial

ESTADO: Identificada mãe de santo envolvida em desvio de R$ 50 milhões em empresa

Mãe de santo foi identificada como Juliana Sambugaro (Foto: Reprodução)

Especialista em amarração amorosa, limpeza espiritual, afastamento de rivais e união de casais. Esse é o currículo da mãe de santo paulista Juliana Sambugaro. Com a ajuda de uma cúmplice, identificada como “Mãe Jade”, Juliana comandou o desvio de R$ 50,8 milhões da conta de uma empresa de máquinas agrícolas de Dourados, a 233 km de Campo Grande.

Foi a coordenadora financeira da empresa, supostamente temendo sofrer represálias de “espíritos malignos”, que desviou o dinheiro equivalente a um prêmio acumulado da Mega Sena. Como “penitência espiritual”, as transferências milionárias foram feitas exatamente durante um mês, de 28 de agosto a 28 de setembro.

Revelado ontem (5) em primeira mão pelo Campo Grande News, o caso vem sendo investigado desde a semana passada após a própria funcionária denunciar a suposta extorsão à polícia.

A reportagem apurou que a Polícia Civil já requisitou à Justiça o bloqueio das contas bancárias para as quais o dinheiro foi transferido. A planilha com as contas foi entregue pela funcionária da empresa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A maior parte está em nome de pessoas jurídicas. Ainda não se sabe o valor já recuperado, uma vez que o balanço do bloqueio depende de relatórios a serem enviados pelos bancos.

Juliana Sambugaro, suposta especialista em “amarração amorosa”, atua na Grande São Paulo. Na internet é possível encontrar fatos ligados a ela na capital paulista, em Diadema e Itaim Bibi.

A coordenadora financeira da empresa também está sendo investigada. A Polícia Civil apreendeu o celular dela para ser periciado. O objetivo é descobrir se de fato ela foi vítima de extorsão ou se ajudou a furtar o dinheiro da empresa.

A funcionária tem 34 anos de idade e desde 2018 fazia “consulta espiritual” com Juliana Sambugaro. O motivo que a fez procurar a mãe de santo ainda não foi revelado. Identificada em rede social como teóloga espiritual, Juliana é presidente da “Casa Luz Amor”.

A polícia já sabe que a segunda suposta mãe de santo, identificada como “Mãe Jade”, atuou a mando de Juliana Sambugaro, a mentora do rombo milionário.

Na versão da funcionária à polícia, a mãe de santo que a atendia desde 2018 passou a exigir transferências de valores da empresa, caso contrário lançaria uma maldição que ao final culminaria com o suicídio da douradense.

Com medo de punição espiritual, a funcionária passou a fazer transferências para as 11 contas bancárias apontadas pelas duas mulheres.

Mãe de santo foi identificada como Juliana Sambugaro (Foto: Reprodução)

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios