Região

ESTADO: Família faz vaquinha virtual para pagar tratamento de bebê com fibrose cística

Custos com medicamentos e médicos pode chegar aos R$ 50 mil

Com menos de 3 meses Beatriz de Lima Oliveira já luta pela vida. A pequena nasceu no dia 15 de março de 2020 e um mês depois foi diagnosticada com fibrose cística em estágio avançado e precisa fazer uso de remédios contínuos além de tratamentos médicos e com fisioterapia.

A fibrose cística é uma doença genética, crônica, que afeta principalmente os pulmões, pâncreas e o sistema digestivo e, é a doença genética grave mais comum da infância.

Com o tratamento correto, segundo a mãe de Beatriz, Laís Lima de Brito, 25 anos, a filha pode viver pelo menos até os 40 anos. “Alguns remédios conseguimos pelo SUS, outros não, além dos atendimentos médicos. Uma pessoa que faz todo o tratamento certinho pode viver até os 40 anos pelo menos”, diz.

A família entrou com pedido na Defensoria no último dia 26 de maio, mas com a pandemia do coronavírus (covid-19) temem que a resposta demore. “A gente sabe que muita coisa está suspensa, mas ela precisa de antibióticos, anti-inflamatórios, broncodilatadores, remédios para diluir o catarro, vitaminas, fisioterapia respiratória, terapia com oxigênio e se o tratamento não ajudar, talvez precise de uma cirurgia no pulmão”, detalha.

O custo médio anual do tratamento é de pelo menos R$ 50 mil, segundo a mãe que é diarista e a situação da família, principalmente com a redução do salário do marido por causa da pandemia, não permite pagar todos os custos.

“A gente ainda precisa de uma bomba de oxigênio, os únicos hospitais que atendem a demanda não têm vaga para o tratamento com oxigênio que é importante. Se ela não precisar de cirurgia gente faz o tratamento todo em Campo Grande mesmo, mas mesmo assim é muito caro tudo”, explica.

Para ajudar a Beatriz com os custos do tratamento basta acessar a vaquinha solidária. A família não tem conta corrente para depósito, mas quem se interessar pode entrar em contato com a mãe da pequena pelo telefone (67) 98117-0388.

Com informações: Midiamax

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios