Policial

ESTADO: Dois policiais Civis foram mortos com tiros na nuca

Os policiais Antonio Ramires e Jorge Silva dos Santos, assassinados nesta tarde em Campo Grande. (Foto: Divulgação)

Os policiais civis assassinados na tarde desta terça-feira (09) em Campo Grande, no Bairro Itanhangá, eram lotados na Derf (Delegacia Especializada de Repressão a Furtos e Roubos), na Vila Sobrinho.

Eles foram atingidos com tiros na nuca, disparados de dentro do carro onde transportavam 2 presos.

As vítimas foram identificadas como Jorge Silva dos Santos, 50 anos, e Antônio Marques Roque da Silva , de 39 anos, ambos investigadores. “Tudo leva a crer que um dos presos estava armado dentro do carro”, informou o diretor-geral da Polícia Civil, Marcelo Vargas.

Agora a investigação ficará por conta da Garras (Delegacia Especializada em Repressão a Roubos a Banco Assaltos e Sequestros)

Os dois policiais estavam em um Fiat Mobi branco, descaracterizado. Foram atingidos em pleno cruzamento da Rua Joaquim Murtinho com Avenida Fernando Corrêa da Costa, por volta das 17h30.  Um deles chegou a ser socorrido por militares do Corpo de Bombeiros. O outro morreu antes mesmo do atendimento.

Um dos policiais caiu na rua, outro ficou dentro do carro após execução no Itanhangá.

Testemunhas viram os presos que estavam no carro fugindo em seguida, ainda algemados.

A reportagem apurou que policiais de folga foram convocados para “rastrear” a cidade em busca dos assassinos.

Em nota – A Polícia Civil divulgou nota comunicando assassinato e dando conta de que os policiais estavam em diligências para investigação de furtos de celular.

Conforme informações Antônio Marcos Roque da Silva estava na Polícia Civil desde 2006,e Jorge Silva dos Santos  desde 2002,

Com informações: Campo Grande News

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios