Policial

ESTADO: Assassino diz que matou vizinha com dez facadas por vingança

Assassino confesso, Luciano de Oliveira Pinto, 27 anos, afirmou à Polícia Civil que matou a vizinha de 28 anos com dez facadas por vingança. O fato ocorreu em Corumbá depois de a vítima ter denunciado o pai dele por estupro cometido contra a filha dela de 8 anos. A mulher foi esfaqueada no sábado à tarde, chegou a ser socorrida para a Santa Casa, mas morreu na segunda-feira (12).

Segundo apurado pelo site Diário Corumbaense, o fato e a denúncia ocorreram em agosto passado, quando então, as desavenças entre as famílias começaram. O autor disse que a vítima foi quem ‘encheu’ a cabeça da menina para que ela confirmasse o crime de estupro na delegacia, acusando o pai dele de 58 anos pelo estupro.

Em depoimento, Luciano afirmou à delegada Tatiana Zingier e Silva estar arrependido. “Ele revelou que no dia do crime foi em direção da vítima com a ideia inicial de conversar, mas estava com uma faca, e, num momento de raiva, acabou desferindo os golpes contra a mulher”, disse Tatiana.

Logo depois do crime, Luciano fugiu e disse que ‘perdeu’ a faca que usou para golpear a vizinha, revelou a delegada informando ainda que durante o depoimento, o autor se dizia “provocado” pela mulher diante da situação. Luciano foi indiciado por homicídio qualificado e será levado para o Estabelecimento Masculino de Corumbá.

Prisão – De acordo com informações da polícia, Luciano foi preso por volta das 15h de ontem (13) no momento em que se apresentava na 1ª Delegacia de Polícia Civil do município. Ele não sabia que o pedido de prisão preventiva contra ele já havia sido aceito pela Justiça, e teve ordem cumprida logo na chegada.

Convivência – Luciano é sobrinho do ex-marido da vítima. A família dele mora próximo da casa da avó da jovem. Os dois tinham boa convivência e até saíam juntos. Após a denúncia, as desavenças e ameaças começaram por parte do autor, conforme apurado pelo Diário Corumbaense.

O crime ocorrido no Bairro Aeroporto chocou a população de Corumbá. A vítima foi ferida por ao menos dez golpes de faca na região lombar, tórax, antebraço, perna e pescoço.  Ela deixou três filhos: duas meninas de 6 e 8 anos e um menino, de 2 anos, que estão sob cuidados de parentes. Já o pai de Luciano, acusado pelo crime de estupro, permanece preso.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios