Brasil

Deputado bolsonarista diz que cloroquina não funciona e pede que presidente ‘obedeça a medicina’

Parlamentar, que ficou 11 dias na UTI, disse que chegou a pensar em gravar um vídeo para se despedir da família

deputado Sóstenes Cavalcante (DEM), grande aliado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi contaminado pelo novo coronavírus. Ele ficou internado na UTI por 11 dias e teve 70% do pulmão comprometido pela doença. Defensor do uso da cloroquina, o deputado admitiu que o medicamento não funciona e aconselhou Bolsonaro a “obedecer a medicina.” As informações são da Folha de S.Paulo.

A justificativa dada por Sóstenes para a ineficácia do remédio foi o uso tardio da medicação. Essa teoria não tem respaldo científico. “Mas quando o vírus vem na forma mais grave, acho que nada resolve”, disse. 

O parlamentar afirma que a cloroquina não trouxe melhoras e que pensava em gravar um vídeo de adeus para a família. “Não sou mais o mesmo”, afirma, descrevendo-se mais “paz e amor” nos embates contra rivais. Deputados de esquerda lhe mandaram mensagens de solidariedade no hospital. “Isso ajuda a gente a lutar.” Sóstenes já criticou o isolamento social, desprezando as recomendações de cientistas. Ele ainda afirma não estar convencido de que o isolamento impede o avanço do vírus. Apesar do aumento de casos, o deputado defende a abertura de igrejas.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios