Brasil

Coronavírus mata mais dois PMs em SP; cabo era contra isolamento social

Cabo Ricardo Valentim da Silva, morto por covid-19 em hospital do litoral de SP

Um cabo e um soldado da PM (Polícia Militar) de São Paulo morreram por causa do novo coronavírus na última quarta-feira (13). Com os novos óbitos, a corporação contabiliza ter perdido seis policiais em razão da covid-19.

Policiais militares, porém, dizem à reportagem que, se contar os PMs aposentados, a contagem chegaria a 20 mortos.

Cabo era contra isolamento – O cabo Ricardo Valentim da Silva, 47, morreu anteontem no Hospital Santo Expedito, em Santos, litoral paulista. Ele foi internado às pressas após passar mal, mas não resistiu.

Nas redes sociais, o cabo se posicionava contra o isolamento social. Em uma das postagens, ele compartilhou uma foto de um apresentador de um programa jornalístico com a frase: “Espere o dinheiro cair do céu”.

Também na quarta, o soldado Gleivan da Silva Lima, 36, morreu no HPM (Hospital da Polícia Militar), na zona norte da capital. Lima, que não tinha filhos, deixa a mulher.

Lima teve os primeiros sintomas em 21 de abril e, após ir ao hospital, ficou afastado. Durante o isolamento, seu estado de saúde piorou.

Em 26 de abril, ele voltou ao hospital e foi diagnosticado com a covid-19. O soldado morreu depois que seu quadro evoluiu para falência múltipla dos órgãos.

Ele estava havia oito anos na corporação. Atualmente, o soldado integrava a 1ª Companhia do 1º Batalhão, na zona sul de São Paulo.

Com informações: BOL

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios