Brasil

Contas do PT são bloqueadas no WhatsApp

Nove contas do PT foram bloqueadas no WhatsApp de 25 a 26 de junho, das quais 4 já foram restabelecidas. A suspensão foi motivada por suspeita de “spam político” –quando uma sigla dispara mensagens em massa de forma automatizada. A informação foi divulgada nesta 3ª feira (7.jul.2o20) pelo portal Tilt.

De acordo com a presidente do partido, deputada Gleisi Hoffmann (PR), o conteúdo era direcionado a filiados que se inscreviam nos canais. Ela também diz que o aplicativo não apresentou explicações ao bloquear as contas.

O partido admite ter contratado a empresa LeadWhats para gerenciar as listas de transmissão de mensagens pelo WhatsApp. Usuários fizeram denúncias afirmando que receberam o mesmo conteúdo diversas vezes.

Gleisi encaminhou uma carta a Mark Zuckerberg cobrando explicações. O executivo é presidente do Facebook, que comprou o WhatsApp em 2014.

A petista também afirmou que as contas foram bloqueadas “justamente dias depois que iniciamos o abaixo-assinado pelo impeachment [do presidente Jair Bolsonaro]”. Ela citou ainda o PL (Projeto de Lei) das fake news. A proposta é apoiada pelo PT e criticada pelo WhatsApp e outras empresas de mídias sociais:

“Não dá para a gente afirmar que seja uma represália, mas com certeza o Facebook tem lado, 1 posicionamento político e 1 posicionamento em relação ao PL. Não devem estar contentes com ele”, afirmou Gleisi. O texto só foi votado 4 dias depois da suspensão das contas do PT.

Gleisi informou ainda que o partido irá abrir 1 canal no Telegram, outro aplicativo de mensagens instantâneas. O PT também desenvolve uma plataforma própria de forma a não depender de companhias.

spam não é tipificado como crime no Brasil, mas fere os termos de serviço do WhatsApp. Cerca de 2 milhões de contas são banidas mensalmente a nível global.

Com informações: Poder360

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios