Região

Agricultor morre prensado na traseira de carro em Castilho

O agricultor Damião Gomes Cardoso, 57, morador na zona rural de Castilho, morreu ao ser prensado na traseira do carro dele por outro carro em uma estrada vicinal da cidade na noite de quarta-feira (12).

Segundo a polícia, havia uma carretinha atrelada ao veículo da vítima, que apresentou problema mecânico e estava parado sobre a pista. O caso aconteceu por volta das 19h30 na chamada estrada do Aeroporto. No local, os policiais constataram que Cardoso conduzia um VW Gol, puxando um barco em uma carretinha.

O carro apresentou problema mecânico e quando o agricultor tentava tirá-lo da estrada, foi atingido por um Hyundai Creta com placas de Pereira Barreto, que era conduzido por um bancário de 39 anos, de Três Lagoas.

Segundo a polícia, com o impacto a vítima foi prensada contra a carreta, teve fratura em uma das pernas e a outra foi decepada. Apesar de ter sido atendido no hospital de Castilho, Cardoso não resistiu.

Atravessado – Segundo o condutor do Creta, ele foi surpreendido pelo carro do agricultor atravessado na pista em um trecho de subida e após uma curva. Ainda de acordo com o bancário, o veículo e a carreta com barco bloqueavam as duas faixas da pista, no sentido perpendicular.

Por fim, relatou que por não haver sinais luminosos e estar escuro, teve dificuldade de ver o veículo, mas quando o viu tentou frear, não havendo tempo de evitar a colisão. A vítima que estava atrás do barco, tentando empurrá-lo, quando foi atingida.

O bancário permaneceu no local aguardando o socorro e fez o teste do bafômetro, que deu negativo para ingestão de álcool.

Investigação – O local onde ocorreu a colisão foi periciado por equipe do Instituto de Criminalística e a carreta foi apreendida por estar com placa de um Ford Corcel.

O carro do agricultor foi entregue a um morador na fazenda Três Barras, onde ele residia.

Com informações: Jornal Impacto

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios