BrasilDestaque

BRASIL: Em dez dias, mecânico perde filho, esposa e sogra para a covid-19

O mecânico Antônio Marcelo da Silva, 45 anos, viu a covid-19 matar o filho, a esposa e a sogra, em um intervalo de dez dias. O caso ocorreu no Distrito Federal. 

“Eu nem sei dizer como estou me sentindo. Estou sem reação nenhuma. Solitário. Agora só o tempo mesmo para curar isso”, declarou Silva, segundo o UOL. 

O trabalhador, que mora no Gama, disse que o filho, Stênio da Silva, de 26 anos, foi o primeiro a sentir os sintomas da doença. O rapaz foi internado em 11 de março e teve piora no quadro de saúde até ser intubado. 

Na sequência, a esposa de Antônio, Simone Maria da Silva, 46 anos, sentiu os sintomas e foi internada no mesmo hospital. Depois foi a mãe dela, Raimunda, de 71 anos, a precisar de internação. 

A esposa, segundo o mecânico, foi a primeira a morrer, em 18 de março. Uma semana depois foi a sogra e o filho dele faleceu no domingo (28). 

“Desde o dia 11 a gente não teve mais paz. Era só notícia ruim. Minha mulher viu tudo. Meu filho sendo transferido de hospital e intubado. Ela ficou muito mexida”, lembra Marcelo.

O mecânico era casado com Simone há 30 anos e eles tinham mais dois filhos juntos, um de 4 e outro de 12 anos. “Meu filho de 4 anos nem sabe ainda que eles morreram. Para ele, a mãe está no hospital cuidando do irmão. A gente já tentou entrar no assunto, mas ele não quer ouvir”, lamentou Marcelo.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios