DestaquePolicial

SIG de Três Lagoas elucida crimes com valor acima de R$ 400 mil

Durante investigações de furto ocorrido em loja de aparelhos celulares na região central de Três Lagoas, Policiais Civis do SIG (Setor de Investigações Gerais), elucidaram os crimes e recuperaram grande parte das mercadorias, orçadas inicialmente em mais de R$ 400 mil.

CRIME: Funcionários de uma loja de revenda de aparelhos celulares e eletrônicos localizada na Avenida Capitão Olinto Mancini, ao chegarem para o trabalho na manhã do último dia 08, encontraram o comércio arrombado por dois buracos no teto, por onde, bandidos adentraram e subtraíram cerca de sessenta e cinco (65) aparelhos celulares do tipo Iphone e Androide.

No comando do Delegado Ailton Pereira de Freitas, as diligências foram realizadas e encontraram o autor do furto, sendo jovem de 19 anos, morador no Residencial Novo Oeste, o qual confessou que praticou o furto sozinho, levando os celulares para seu apartamento, passando a negociá-los com várias pessoas e, após se envolver num acidente automobilístico, ocorrido no dia 19 último, solicitou apoio de um amigo, também de 19 anos, para que o mesmo fosse até seu apartamento e retirasse uma bolsa com diversos aparelhos que lá se encontravam.

Segundo o relato, o amigo levou a referida bolsa até a casa da genitora do suspeito, no bairro Vila Piloto, onde a mesma foi apreendida na loja da mulher, com inúmeros celulares.

Durante as atividades de investigação, um adolescente morador da Vila Piloto foi conduzido à sede do SIG, pois estava de posse de um aparelho celular que disse ter adquirido do autor do furto.

As informações relatam que outro homem (20 anos), morador no bairro Jardim Alvorada, estaria de posse de vários celulares, os quais teriam sido levados a ele para serem desbloqueados, o que foi confirmado, razão pela qual ele foi autuado em flagrante por crime de receptação, assim como um jovem de 18 anos, morador no bairro Vila Alegre, que foi localizado e tentou fugir da abordagem, conduzindo um veículo Volkswagem Saveiro, cor preta, pelas ruas do bairro e dispensou dois celulares, os quais foram apreendidos.

Os dois foram autuados e pagaram fiança de R$ 1.200,00 cada e responderão ao processo em liberdade.

Foi identificado, ainda, homem de 23 anos, o qual teria adquirido cerca de oito celulares e os revendidos pela cidade e a moradores de Andradina (SP), sendo que ao perceber a ação policial, procurou a sede do 1º DP (Delegacia de Polícia Civil) para esclarecimento dos fatos, apresentando alguns dos aparelhos furtados, restando ainda alguns a serem localizados.

Ainda durante as diligências, foram localizados na casa do jovem de 18 anos, um aparelho de som com várias caixas acústicas, bem como um ventilador, os quais constam serem produtos de furto ocorrido no dia 05 do corrente mês, em clube de festas no bairro Bosque das Araras.

O referido investigado confessou ser o autor do furto, cujo local havia sido alugado para familiares dele, dias antes, relatando que agiu na companhia do autor do furto da loja de celulares.

Deste clube, conforme descrito no Boletim de Ocorrências, também foram levados dois televisores, sendo um de 65 polegadas e outro de 50 polegadas, os quais haviam sido vendidos e recuperados em poder de outro indivíduo de 20 anos, morador do bairro Vila Alegre, o qual responderá por crime de receptação dolosa.

Consta que foram subtraídos sessenta e cinco (65) aparelho celulares do tipo Iphones e Androides, avaliados em cerca de R$400.000,00 (quatrocentos mil reais), dos quais foram apreendidos quarenta e cinco(45) aparelhos.

Diligências ainda prosseguem no sentido de localizar e apreender os aparelhos faltantes, sendo que policiais tem informações da localização de alguns deles e pedem que quem os adquiriu, que os entreguem à Polícia, evitando assim complicações.

Também foram apreendidos, alguns relógios que ao que tudo indica, possam ter sido objetos de furtos em lojas desta cidade, sendo que investigações prosseguem no sentido de identificar as vítimas.

Denúncias poderão ser realizadas através dos telefones 67.3929.1173 ou 67-9.9226.8210(WhatsApp), sendo garantido o anonimato do denunciante.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios