DestaqueMundo

FAKE NEWS: Enfermeira que tomou vacina contra Covid-19 não morreu

Circula pelas redes sociais um vídeo em que uma enfermeira desmaia e recebe socorro após tomar vacina contra a Covid-19. Legendas que acompanham o vídeo dizem que Tiffany Dover morreu após tomar o imunizante. Esta informação é falsa.

A enfermeira trabalha no CHI Hospital, em Chattanooga, Tennessee, nos Estados Unidos, que informou em nota que ela está bem.

Em um outro comunicado anterior, o hospital disse que em 17 de dezembro administrou suas primeiras doses da vacina da Pfizer a seis pessoas, três médicos e três enfermeiras. “Pouco depois e durante a realização de uma entrevista à imprensa, uma das enfermeiras ficou tonta e foi ajudada a se deitar. Ela nunca perdeu a consciência. E se recuperou rapidamente”, afirmou.

Ela também gravou vídeo para falar sobre o episódio “Tenho histórico de síncope vasovagal, de resposta vagal hiperativa e, portanto, se eu tiver dor relacionada a alguma coisa, uma unha, ou se cortar meu dedo do pé, por exemplo, eu desmaio.”

Segundo o hospital, o Centro de Controle de Doenças (CDC) dos Estados Unidos afirma que os desmaios podem ocorrer após muitos tipos de vacinação.

“O episódio de desmaio não é uma reação adversa à vacina, mas relacionada à sua condição médica”, afirmou Jesse L. Tucker, médico de cuidados intensivos do CHI Memorial, em uma entrevista coletiva após o episódio.

Algumas das mensagens falsas também fazem críticas ao governador de São Paulo, João Doria, e à “vacina chinesa”. Mas a vacina aplicada na enfermeira não é a desenvolvida pela farmacêutica Sinovac em parceria com o Instituto Butantan.

Ou seja, não acredite em tudo que chega no seu whatsapp. Na dúvida, procure mais informações. Nós estamos disponíveis no telefone (whatsapp) 67 9 9206-5072.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios