Cancelada: Após usar avião da FAB para ir a evento, Min. Anielle Franco foi duramente criticada e pede proteção policial por medo

Foto: Rithyele Dantas/MIR

A ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco (foto), pediu ao Ministério da Justiça que investigue ameaças que ela vem sofrendo, informa o Painel daFolha. Ela também solicitou proteção policial

O pedido foi feito após o episódio dademissão da chefe de sua assessoria especial, Marcelle Decothé, por postagens preconceituosas contra a torcida do São Paulo e os paulistas na final da Copa do Brasil contra o Flamengo, no último domingo (24), no Morumbi.

O ofício enviado à Justiça é assinado por Roberta Eugênio, a número dois do ministério. Ele afirma que Anielle“vem sofrendo ameaças à sua vida, à sua integridade física e psicológica, bem como vem sendo vítima de racismo”.

A ministra também foi alvo de críticas por usar um avião da FAB para se deslocar até São Paulo; ela alegou ter ido assinar umprotocolo de combate ao racismono esporte.

O documento afirma que as ameaças a Anielle ocorreram principalmente entre os dias 26 e 28 de setembro, por meio das redes sociais Instagram e X (ex-Twitter), além de e-mails. Em uma das mensagens anexadas ao pedido ao MJ, um usuário xinga a ministra e diz“tomara que tenha o mesmo fim da irmã… aqui é São Paulo sua vaca suja”.

Anielle é irmã de Marielle Franco, vereadora do PSOL assassinada a tiros no Rio de Janeiro, juntamente com o motorista Anderson Gomes, em março de 2018.

FONTE: terrabrasilnoticias.com

Receba Informações na Palma da Sua Mão