Polícia Civil, com apoio da Polícia Militar prende homem por tráfico de luxo em Água Clara

A Polícia Civil, com apoio da Polícia Militar, prendeu neste sábado, 23/09, por volta das 22 horas, um homem que já vinha sendo investigado há 7 meses pela prática do crime de tráfico de cocaína, na modalidade delivery, para uma clientela seleta da cidade de Água Clara, distante 135 km de Três Lagoas.

A investigação se iniciou em fevereiro de 2023, quando a Delegacia de Polícia de Água Clara recebeu uma denúncia anônima, através da DEVIR (Delegacia Virtual), de que o alvo em questão estaria praticando o crime tráfico de drogas, bem como estaria utilizando seu trabalho numa clínica médica como fachada para exercer suas atividades ilegais.

No decorrer da investigação, descobriu-se que o alvo vem praticando o crime há mais de três anos e tinha uma clientela seleta, para a qual fazia a distribuição de cocaína, utilizando um veículo VW Gol e uma motocicleta Honda Bis.

Descobriu-se que, para que o suspeito começasse a vender para um novo cliente, ele precisava ser indicado por alguém que já consumia drogas dele, para evitar riscos de ser preso.

Além disso, descobriu-se que ele utilizava uma pistola, calibre .380, para fazer as entregas de entorpecente e garantir que não seria incomodado e até mesmo pudesse fazer frente a qualquer ação policial.

Sem aparecer no radar policial por tanto tempo, o alvo em questão teria empregado o dinheiro do tráfico numa casa de alto padrão que está sendo construída e está avaliada em aproximadamente R$ 1 milhão, com piscina e área gourmet, a qual servia também de depósito para as drogas, arma e munições.

Na sexta-feira (22), a equipe da Seção de Investigações Gerais (SIG), da Delegacia de Água Clara fazia monitoramento de eventuais pontos de tráfico pela cidade quando cruzou com o veículo do suspeito,  que imediatamente empreendeu fuga.

Ciente das informações sobre o tráfico e da fundada suspeita de que o condutor do veículo estivesse na posse de ilícitos, iniciou-se o acompanhamento tático, sendo solicitado apoio da Polícia Militar, que prontamente atendeu, sendo realizada a abordagem do suspeito em ação conjunta.

Durante o acompanhamento, verificou-se que foi lançado para fora do veículo um invólucro, que mais tarde foi localizado e dentro do qual havia 13 pinos de cocaína. Dentro do veículo, além do suspeito, estava um usuário de drogas, com o qual foi encontrado um pino de cocaína e afirmou que comprava drogas com aquela pessoa há mais de 2 anos.

Já sabendo que a residência do suspeito e a casa que está sendo construída serviam como depósito das drogas, arma e munições, as equipes de ambas as polícias se dirigiram até lá e apreenderam diversos ilícitos.

Na construção, havia um cofre oculto atrás de uma tomada, onde foi encontrada 15 munições de pistola 380. Já dentro da casa em que o suspeito mora, bem próxima à construção, foi encontrado um tablete com 350 g de cocaína; 27 pinos da mesma droga; R$ 7.390,00, oriundo da venda de entorpecentes; duas balanças de precisão; um rádio comunicador; e uma pistola 380.

Importante ressaltar que a renda do suspeito é de pouco mais de R$ 2 mil e é incompatível com a construção da casa em andamento, a qual será objeto de representação por sequestro. Ainda foram apreendidos dois veículos, um VW Gol e um Honda Biz, que eram utilizados para entrega de entorpecentes e dois celulares.

O autuado irá responder pelos crimes de tráfico de drogas, posse ilegal de arma de fogo e lavagem de capitais.

Receba Informações na Palma da Sua Mão