ESTADO: Padeiro que matou esposa na frente dos filhos se entrega à polícia

Vítima ao lado do autor do crime, Juliano Azevedo, em postagem nas redes sociais (Foto: Reprodução | Facebook) 

Padeiro que matou a esposa na frente dos filhos se entregou nesta segunda-feira (11).

Mikaele Rodrigues, 22 anos, foi encontrada morta na casa onde morava em Anastácio, na sexta-feira (8), e o autor Juliano Azevedo, 28 anos, chegou a mandar um áudio para o padrasto da vítima confessando o crime, em seguida, fugiu.

Juliano se entregou no período da tarde na Delegacia de Anastácio, onde ficou preso.  A informação foi confirmada pela delegada Karolina Souza, responsável pela investigação.

Em depoimento, ele confessou ter matado a esposa por uma suposta traição.

A polícia agora tem dez dias para concluir o inquérito e depois enviar para o judiciário que decidirá se o padeiro permanecerá preso.

Ainda no início da tarde desta segunda-feira, Juliano fez postagens nas redes sociais se defendendo e ainda chegou a ameaçar um suposto amante de Mikaeli. Em uma das publicações, o padeiro chegou a alegar que haviam ateado fogo na casa de sua mãe, mas foi desmentido por uma moradora que comentou a postagem.

O autor do crime disse ainda que amava a esposa e os filhos. Ele afirmou que agiu pela emoção e que pagaria pelo erro. Em seguida, ameaçou um suposto amante da vítima, identificado apenas como Jhony, conhecido como “Zeus”. “A gente se encontra malandro”, finalizou o homem.

Crime – Mikaele foi encontrada morta, pelo padrasto, dentro do banheiro da casa. Após o crime, o padeiro enviou um áudio para o homem contando que havia “feito merda” e pedindo para que ele fosse olhar o corpo. Na mensagem, ele ainda afirmou que havia descoberto uma traição e por isso matou a mulher.

Com informações: Campograndenews

Receba Informações na Palma da Sua Mão