VÍDEOS: População fala da volta do Pé de Jatobá em Três Lagoas

Após a notícia divulgada pelo Prefeito Guerreiro na manhã desta sexta-feira (25), relatando a devolução do  patrimônio histórico de Três Lagoas, o centenário Pé de Jatobá na Avenida Filinto Muller, a partir das 17h30 de hoje, nossa equipe foi em busca de histórias e curiosidades de moradores na região.

Por algumas horas, visitamos residências e comércios, tomamos muito café, ouvimos fatos marcantes, alguns engraçados e outros de pura emoção, sempre com o Pé de Jatobá no cenário de encontro de amigos, sombra para descanso, paixões iniciadas no local e, principalmente, a querida árvore como ponto de referência na cidade, ou seja, quando não tinha tecnologia, as pessoas se guiavam pelo Pé de jatobá, para encontrar determinado endereço na região.

Dentre os momentos agradáveis de boa prosa, destacamos alguns vídeos, iniciando pelo casal Reginaldo e Mara, proprietários da Panificadora RM, localizada na Rua Egídio Thomé.

Na sequência, o Cidinho, proprietário do Comercial Ribas (distante 30 metros do Pé de Jatobá), falou dos 52 anos de história na região, lembrando do antigo bairro Areal e Avenida Cuiabá.

Manoel, mais conhecido por Ligeirinho, conta um pouco de sua infância nas sombras do Jatobasão.

O conhecido empresário Áureo, proprietário do Auto Guincho e Ferro Velho do Áureo, destacou os quarenta anos de convivência na região do famoso Pé de Jatobá.

Finalizamos com o metalúrgico aposentado José dos Santos, que relatou as dificuldades vivenciadas em mais de vinte anos, residindo nas imediações e, mudanças positivas na administração do Prefeito Guerreiro. “Isto aqui na gestão do Angelo virou cidade, antes era um negócio feio, esquisito… Ele não é apenas meu amigo, é um verdadeiro pai” disse ele.

 

Receba Informações na Palma da Sua Mão