Policial

ESTADO: Após matar mulher a facadas em MS, homem diz que ‘se defendeu’

O homem acusado de matar Joyce Gomes de Souza, de 37 anos, com vários golpes de faca na madrugada deste domingo (13), Reginaldo Gomes de Souza, de 41 anos, confessou o crime e disse que matou a vítima porque se defendeu. O homem ainda contou que conheceu a vítima na noite de sábado (12), poucas horas antes de matá-la em um apartamento na cidade de Corumbá, a 444 quilômetros de Campo Grande.

Reginaldo foi preso em flagrante e prestou depoimento na delegacia de Polícia Civil. “Ele assumiu ser o autor dos golpes que vitimaram a Joyce, mas ele alegou que se defendeu e que ela foi quem partiu para cima dele. Porém, tudo indica que essa versão seja inconsistente e frágil. Alegou também que ele e a vítima não se conheciam até então e que se conheceram na data de ontem (12)”, informou o delegado que está a frente das investigações, Willian Rodrigues de Oliveira Júnior.

De acordo com o site Diário Corumbaense, levantamentos preliminares da perícia indicam que houve luta corporal entre a vítima e o acusado. “No quarto onde ela foi achada, havia sinais de que teria ocorrido luta corporal, a vítima tentou se defender. Foram entre cinco e dez golpes de faca desferidos na região do pescoço e dorsal, parte das costas, próximo aos ombros”, disse a perita Regina Dias.

Mesmo afirmando que conheceu a vítima horas antes, a polícia apura se ambos se conheciam. Uma mulher afirmou a policiais militares, conforme boletim de ocorrência, que esteve em um bar junto com Joyce e Reginaldo na noite de sábado. Reginaldo será indiciado por feminicídio (homicídio praticado em decorrência de a vítima ser mulher) e pode pegar de 12 a 30 anos de cadeia em caso de condenação judicial.

Assassinato – Joyce Gonçalves foi morta na madrugada deste domingo no apartamento em que morava, no Conjunto Flamboyant II, localizado no bairro Guatós, parte alta de Corumbá. O corpo foi encontrado no quarto do apartamento.

O porteiro do condomínio escutou gritos vindos do apartamento e logo depois viu Reginaldo saindo em uma moto, com as roupas sujas com sangue. A PM foi até o local e informada sobre as características do autor, prendeu o suspeito próximo a um posto de combustível. Ele confessou o crime, mas não revelou o motivo.

O autor apresentava cortes nas duas mãos, possivelmente causadas ao golpear a vítima, pois a faca não tinha cabo. Ele também estava com uma lesão no pé esquerdo, causada por uma queda da moto na fuga.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios