BrasilDestaquePolicial

BRASIL: Secretário de Esportes perseguia ex-namorada e a matou por não aceitar o término

Natália Epifânia de Oliveira, de 23 anos, foi assassinada a tiros pelo ex-namorado Anderson Christian de Oliveira – conhecido pelo apelido “momó”

Natália Epifânio de Oliveira, 23, foi morta por não querer mais se relacionar com o ex-namorado Anderson Christian de Oliveira, 37, ex-secretário de Esportes de São José do Jacuri, no Rio Doce (MG). A linha investigativa é a principal trabalhada pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), segundo detalhou o delegado Rodrigo Luiz Nalon, do município de Peçanha, na região do Rio Doce, na tarde de quarta-feira (14). 

O inquérito para apurar o assassinato de Natália, ocorrido na madrugada de domingo (11) na zona rural de São Pedro Suaçuí, na mesma região do Estado, deverá ser concluído nos próximos dez dias. À noite de terça-feira (13), o suspeito de 37 anos, que já era considerado foragido, foi detido em um hotel em Vitória, no Espírito Santo. Ele não resistiu à prisão, e deverá ser transferido para Minas Gerais até a próxima sexta-feira (16). 

“Ontem (terça-feira, 13), quando fomos informados sobre a prisão, fui pessoalmente à casa da família da vítima. Apesar de estarem todos muito consternados e revoltados com a situação, familiares me confidenciaram que o relacionamento entre a vítima e o suspeito era bastante conturbado. Após o término, ele vivia perseguindo a vítima”, pontuou o delegado. 

Outros detalhes serão coletados nos próximos dias com o interrogatório do suspeito, que será realizado na delegacia da Polícia Civil em Peçanha. “Informações prévias indicam que o investigado não possui passagens policiais ou histórico de agressões. No momento, o que temos são informações sobre um relacionamento conturbado, e, que, de fato, o suspeito não aceitava o fim do relacionamento”, prosseguiu. 

O crime – Recepcionista da Secretaria de Saúde de São Pedro do Suaçuí, Natália Epifânia de Oliveira, 23, foi assassinada com três disparos de arma de fogo efetuados pelo ex-namorado, Anderson Christian de Oliveira, na madrugada de domingo (11). “A vítima se encontrava em uma festa na hora do crime. O ex-companheiro dela chegou ao local, supostamente embriagado, e, não aceitando o término do namoro e vendo ela com amigos, efetuou três disparos de arma de fogo contra ele”, detalha o delegado Rodrigo Luiz Nalon. Após atirar na ex-namorada, o homem fugiu. A perícia da Polícia Civil constatou perfurações nos ouvidos e no queixo da mulher. 

A irmã de Natália, uma adolescente de 17 anos, viu a jovem ser morta. A comemoração acontecia em um sítio na região do Córrego Ferreira, na zona rural do município, e testemunhas confirmaram que Anderson – conhecido pelo apelido “Momó” – chegou à festa e disparou imediatamente três tiros na ex-namorada, que caiu já sem vida. Segundo disse a irmã de Natália à polícia, a recepcionista vinha sofrendo ameaças do ex após o fim do namoro há seis meses. Um amigo da vítima também foi atingido pelos disparos no domingo – ele sofreu um ferimento na mão. 

Foragido – Horas antes de ser detido pela Polícia Civil do Espírito Santo (PCES) no centro de Vitória, o suspeito Anderson Christian de Oliveira, 37, já era considerado foragido da Justiça. O nome dele, segundo o delegado, também havia sido incluído na lista de difusão vermelha da Interpol. 

“Logo que instauramos o inquérito policial, nós representamos pela prisão preventiva do investigado, porque já havia elementos que comprovavam a autoria do crime. A Justiça deu um parecer favorável e expediu a ordem de prisão. Inclusive, nessa decisão, promotores acataram o pedido de inclusão do nome do suspeito na lista da Interpol. Como ele se relacionava com parentes fora do país, havia a preocupação de que ele fugisse”, ponderou Nalon. 

Também nessa terça-feira (13) foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão contra o suspeito. O primeiro deles na residência do homem, em São José do Jacuri. E o segundo no gabinete dele, na prefeitura do município. Anderson foi exonerado do cargo que ocupava na Secretaria de Esportes.

Com informações: O Tempo

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios