DestaqueTrês Lagoas

Família Acolhedora capacita novas famílias de Três Lagoas

Na última sexta-feira e sábado (09 e 10), O Serviço de Acolhimento em Família Acolhedora da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) realizou mais uma capacitação para novas famílias interessadas em participar do serviço.

A proposta em acolher crianças distanciadas de suas famílias por ordem judicial chamou a atenção e criou o interesse de mais três famílias para fazer parte do Serviço.

A capacitação foi aberta com a palestra do Assessor do Poder Judiciário da Vara da Infância e Juventude, Manoel Ambrósio Ribeiro Neto. Na ocasião, ele explicou os procedimentos jurídicos e legais que envolvem o Serviço de Família Acolhedora e critérios para aprovar as famílias.

“Vejo as perspectivas deste programa como as melhores possíveis, pois, garante um lar temporário às crianças que estão afastadas de suas famílias temporariamente por decisão judicial, ou àquelas que ainda não conseguiram um lar adotivo. Este contato é importante para a criança”, destacou.

A noite de sexta feira também foi marcada pelo palestrante Jean Soares, Assessor da 4° Promotoria de Justiça, discorrendo sobre as considerações do Ministério Público em relação à tramitação dos processos. No sábado, a programação segue com palestrantes da Rede Socioassistencial e com a presença de famílias Acolhedoras que relatam suas experiências.

Voluntária pela primeira vez, Joeni Epifânia Marques acompanhou a palestra e relatou sua intenção em ser Família Acolhedora. “Foi amor que me trouxe ao Serviço. Essas crianças necessitam ter este calor humano, a atenção, o cuidado e o carinho como se estivesse em sua família de origem. Essa convivência vai fazer diferença no futuro delas”, expressou.

Esta é a segunda capacitação realizada neste ano, o que para a coordenadora do Serviço, Erica Húngaro, é muito satisfatório. “Estamos tendo um interesse bem maior sobre a Família Acolhedora, em relação aos anos anteriores. Isso nos fortalece cada vez mais e nos motiva a buscar novos voluntários em prol dessas crianças”, disse.

Para receber bem os voluntários, a equipe preparou simbolicamente uma decoração de festa julina, distribuindo doces típicos no final da capacitação.

SERVIÇO – Famílias interessadas em participar podem procurar a equipe do Serviço de Acolhimento em Família Acolhedora, pelos telefones (67) 3929-1454 e (67) 99286-0561 ou pessoalmente, de segunda a sexta-feira, das 7h às 11h e das 13h às 17h, na própria sede, localizada na Rua Zuleide Perez Tabox, número 97, no Centro.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios