Policial

Policiais Civis de Três Lagoas esclarecem furto em supermercado

Policiais Civis da 1ª Delegacia de Três Lagoas, no comando do Delegado Messias Pires, esclareceram furto de aparelho celular em supermercado na Rua João Carrato e identificaram homem em posse do objeto.

CASO: Após o registro do crime, os agentes realizaram diligências na busca do aparelho furtado e localizaram um homem de iniciais R.R.S. (3O anos). Indagado sobre a origem, ele alegou ter achado o aparelho, versão não convincente, porém, a princípio, responderá por Apropriação de Coisa Achada, cuja pena varia de um mês a um ano de detenção e multa.

“Achado não é roubado” – Segundo o Delegado Messias Pires, o Código Penal Brasileiro relata que este ditado popular “achado não é roubado” está errado.

“A conduta de se apropriar de bem perdido ou esquecido pelo dono, sem devolvê-lo ou entregá-lo às autoridades em 15 dias, conforme artigo 169, II do mencionado código, configura o crime de apropriação de coisa achada, que tem previsão de pena de até 1 ano de detenção e multa. Portanto, se uma pessoa encontrar alguma coisa perdida, deve devolver imediatamente a quem estiver procurando. Caso não identifique quem perdeu, deve entregar a uma autoridade mais próxima, por exemplo, nas Delegacias de Policia”, disse o Delegado.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios