DestaqueRegião

ESTADO: Trabalhando na linha de frente, médico morre vítima de coronavírus

Atuando na linha de frente do combate a Covid-19, o médico vascular Robson Yutaka Fukuda, morreu em decorrência da doença, neste domingo (10). O profissional trabalhava há 22 anos no HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul).

O hospital emitiu nota de pesar lamentando a morte do médico que estava trabalhando no combate a doença desde o início da pandemia na unidade. Ele estava no HR desde 1999.

“Recebemos na manhã de hoje a triste notícia do falecimento de nosso irmão de profissão, Dr. Robson Fukuda, ele era um grande aporte na linha de frente desse hospital. Essa doença é muito cruel e traiçoeira. Temos muito ainda para enfrentar. O Dr. Fukuda foi a esperança de centenas de pacientes, que auxiliou no combate incansável a essa pandemia. À família, nossas condolências e profundo pesar”, lamentou a diretora presidente do HRMS, Dra. Rosana Leite de Melo.

Fukuda havia acabado de tirar férias, quando deu entrada na Unimed de Campo Grande com os sintomas de coronavírus, mas não resistiu e morreu por complicações da doença. Em nota, o hospital disse que o profissional sempre foi prestativo e solidário com os pacientes internados.

“Robson Fukuda era parceiro e um grande amigo de todos que conviveram com ele. Em sua consolidada carreira médica, foi diretor da SES (Secretaria Estadual de Saúde) e presidente do Conselho Estadual de Saúde. O médico deixa a esposa e três filhos.

Com informações: Midiamax

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios