Esporte

Jogadores da seleção brasileira revelam que não pensaram em ‘boicote’ e quebram a cara da esquerda e da imprensa: “Se alguém quiser se posicionar politicamente, que o faça em casa, não com a camisa da seleção”

Terra Brasil Notícias

seleção brasileira irá disputar a Copa América. Depois de muito mistério, os jogadores oficializaram aquilo que era esperado. Em entrevista coletiva, o zagueiro Marquinhos destacou que o time nunca discutiu um boicote.

“Mas quem falou que momento era de não jogar? As pessoas, a gente entende o trabalho de jornalista, repórteres, mas eles tem que ter muito cuidado com informações que passam, porque depois a gente é julgado pelos atos que não são verdadeiros”, disse.

“Assim como falei antes, isso é nosso sonho de criança, vestir a camisa da seleção brasileira é nosso orgulho, dos maiores orgulhos é vestir essa camisa. Em momento algum a gente falou que ia se recusar a vestir a camisa da seleção”, completou.

Marquinhos ainda foi além em sua fala, afirmando que não vê como correto os jogadores tomarem alguma opinião política com a camisa da seleção.

“Creio que cada um tem a sua opinião. Todos têm a liberdade de se expressar politicamente. Creio que não vem ao caso nesse momento, ainda mais com a camisa da seleção brasileira. Se cada um quiser se expressar politicamente, que faça em casa, em seu momento pessoal”, afirmou.

Por fim, o capitão da equipe ainda comentou sobre as denúncias de assédio moral e sexual que levaram Rogério Caboclo a ser afastado da presidência da CBF, afirmando que não cabe aos jogadores falarem sobre o assunto ou fazerem algum tipo de posicionamento.

“Não. Penso que a gente sabe da gravidade do assunto, é um assunto muito delicado, então não cabe a gente julgar ou falar alguma coisa a mais. As pessoas que têm que julgar esse caso já fizeram o que teriam que ser feito. A gente tem que ficar focado e jogar bola, ganhar os jogos importantes e o que tiver ao nosso alcance a gente faz”, finalizou.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios