BrasilDestaqueEsporte

VÍDEO: Ministério Público vai recomendar à CBF a suspensão do futebol no Brasil

Em meio à pandemia de Covid-19 e ao aumento nos números de casos e mortes no Brasil neste início de 2021, o Ministério Público vai recomendar que a CBF suspenda todas as partidas do futebol nacional.

Este pedido será realizado por uma carta, que deve ser assinada em conjunto pelos presidentes das comissões estaduais que tratam da segurança nos estádios. A informação foi inicialmente divulgada pelo site “GE”.

Vale destacar que o Brasil registrou nesta quinta-feira o número de 1.786 mortes em 24 horas segundo balanço do consórcio de veículos de imprensa. Com isso, o país já contabilizou 10.796.506 casos e 261.188 óbitos por Covid-19 durante a pandemia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em entrevista ao portal “GE”, o presidente da Comissão Nacional de Combate e Prevenção à Violência nos Estádios, o procurador Valberto Lira, da Paraíba, comentou sobre sobre o desejo da entidade de suspender o futebol brasileiro e os riscos da manutenção dos campeonatos estaduais diante do crescimento no número de óbitos no Brasil. 

Na última quarta, o técnico Lisca, do América-MG, se pronunciou e fez um apelo antes da partida contra o Athletic, pelo Campeonato Mineiro. O profissional relembrou que treinadores já faleceram vítimas da Covid: Marcelo Veiga e Ruy Scarpino, e outros colegas foram hospitalizados ao testarem positivo para a doença. Essa declaração aumentou o debate acerca de uma nova paralisação do futebol no Brasil.

A Comissão Nacional decidiu emitir uma nota técnica recomendando à CBF a suspensão de toda e qualquer competição por ela organizada, em face da situação que hoje o Brasil atravessa, com o crescente número de pessoas falecidas e contaminadas – disse Valberto Lira.

Por fim, cabe salientar que dois estados já suspenderam de maneira oficial seus campeonatos: Ceará e Santa Catarina. Por outro lado, a CBF ainda não se manifestou sobre o assunto.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios