Brasil

Sobrinho de Bolsonaro é nomeado na diretoria do Senado com salário de R$ 21 mil

Você acha que tem um bom emprego e recebe um ótimo salário? então não conhece o cidadão brasileiro Leonardo Rodrigues de Jesus, chamado Léo Índio, sobrinho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que ganhou um cargo comissionado no Senado com salário de R$ 21,4 mil.

Isto mesmo, o amigão do filho do presidente Carlos Bolsonaro, conhecido em todo o Brasil por ser ‘vereador federal’, pois é eleito vereador no Rio de Janeiro e passa os dias em Brasília (DF).

Léo Índio Até outubro deste ano trabalhava para o senador Chico Rodrigues (DEM-RR), mas deixou o gabinete depois que o parlamentar foi flagrado com dinheiro entre as nádegas. A saída ocorreu para preservar a imagem do Palácio do Planalto em meio ao escândalo.

Após pressão interna, o sobrinho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) conhecido como Léo Índio, pediu exoneração do gabinete do senador Chico Rodrigues (DEM-RR), investigado por supostos desvios de recursos públicos que seriam destinados ao combate à pandemia do novo coronavírus em Roraima.

“É a velha política que Bolsonaro disse que não queria mais…”, disse um jornalista em rede nacional.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios