BrasilDestaque

Cardeal Dom Cláudio Hummes, arcebispo emérito de São Paulo, morre aos 87 anos

Arcebispo emérito de São Paulo morreu por causa de um câncer de pulmão

O cardeal Dom Cláudio Hummes, arcebispo emérito de São Paulo, morreu aos 87 anos por causa de um câncer no pulmão.

O corpo será velado na Catedral Metropolitana de São Paulo.

Nascido em Montenegro (RS), em 1934, Hummes entrou para a vida religiosa da Ordem Franciscana dos Frades Menores, recebeu a ordenação sacerdotal em 1958 e a ordenação episcopal em 1975. Em Roma estudou filosofia e especializou-se em ecumenismo no Bossey Institute em Genebra; foi professor, reitor, teólogo e bispo.

Foi bispo diocesano de Santo André (SP), Arcebispo de Fortaleza e Arcebispo de São Paulo.

Em Santo André, se destacou pela defesa dos trabalhadores, pelo apoio aos sindicatos e por participar de greves como bispo encarregado da Pastoral Operária em todo o Brasil.

Em 1996 foi nomeado arcebispo de Fortaleza, no Ceará. Durante seus dois anos de ministério foi responsável pela família e cultura na Conferência Episcopal Brasileira em Brasília. Além de participar da organização do II Encontro Mundial das Famílias com o Papa, realizado no Rio de Janeiro em 1997.

Em fevereiro de 2001, Hummes tornou-se cardeal pelo Papa João Paulo II. Participou do conclave em abril de 2005 que elegeu Joseph Ratzinger. No ano seguinte, Bento XVI o nomeou prefeito da Congregação para o Clero, em sucessão ao cardeal Darío Castrillón Hoyos.

De 2006 a 2011 trabalhou ao lado do Papa Bento XVI em Roma, como Prefeito da Congregação para o Clero. De volta ao Brasil, ocupou a função de Presidente da Comissão Episcopal para a Amazônia, da CNBB, e da recém criada Conferência Eclesial da Amazônia (CEAMA).

Com informações: CNN

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios