BrasilDestaque

BRASIL: Deputado estadual é suspeito de dirigir embriagado e provocar acidente

Uma mulher se apresentou à polícia como condutora do veículo, mas testemunhas afirmaram que o parlamentar era o motorista

O deputado estadual Gustavo Santana (PL) é suspeito de ter provocado um acidente enquanto dirigia embriagado, no bairro Cidade Jardim, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, no início da madrugada de sábado (2). Uma mulher se apresentou à polícia como condutora do veículo, mas testemunhas afirmaram que o parlamentar era o motorista.

Segundo o boletim de ocorrência, quando os policiais chegaram ao local do acidente, na Rua Caramuru, o veículo, um Toyota Corolla, estava no meio da pista. Uma mulher disse aos militares que perdeu o controle da direção e bateu em um carro que estava estacionado, um Ford Fiesta.

No entanto, pessoas que estavam no local disseram à polícia que, na verdade, quem estava dirigindo era o deputado Gustavo Santana. De acordo com elas, o parlamentar estava sozinho e, após o acidente, desceu do automóvel e se comprometeu a ressarcir os danos do veículo atingido.

Testemunhas afirmaram ainda que ele fez uma ligação e, minutos depois, a mulher que se apresentou como motorista chegou ao local, dirigindo outro carro.

Ela fez o teste do etilômetro, que não indicou consumo de bebida alcoólica. Já o deputado se recusou a soprar o bafômetro. De acordo com o boletim de ocorrência, ele apresentava sinais de embriaguez, como olhos vermelhos e álcool etílico, e não portava carteira de habilitação.

Aos policiais, Gustavo Santana negou ser o condutor do carro.

O dono do carro atingido, Fernando Lopes, disse que, ao descer do carro, Gustavo Santana se identificou como deputado, entregou a ele um cartão corporativo e disse que arcaria com os prejuízos.

Fernando Lopes, dono do carro atingido por veículo que deputado estaria conduzindo em BH — Foto: TV Globo

“Perguntei como ele poderia ser um defensor, criador da lei, dirigindo embriagado, e ele disse que todo mundo erra, que essa foi a noite em que ele errou, de estar dirigindo bêbado”, afirmou.

O veículo do deputado foi liberado no local, e a ocorrência foi encaminhada para a delegacia do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran) como acidente de trânsito sem vítima.

Segundo a Polícia Civil, não houve conduzidos. A instituição afirmou que, “pelo relato, uma mulher estaria conduzindo o veículo”.

Com informações: G1

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios