Brasil

Homofobia? Jean Wyllys detona governador Eduardo Leite por se assumir gay e critica imprensa: “Quando Fátima Bezerra se assumiu lésbica, ninguém deu atenção”

Terra Brasil Notícias

O ex-deputado Jean Wyllys (PT) usou o Twitter na madrugada desta 6ª feira (2.jul.2021) para criticar o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB). O tucano assumiu a homossexualidadedurante entrevista concedida ao jornalista Pedro Bial, em programa na Rede Globo, que foi ao ar também nesta madrugada.

Willys disse que só quem não conhece a luta da comunidade LGBTI sai “louvando” o come outing (saída do armário) de um governador de direita. O ato do governador, segundo o ex-deputado, é apenas “bacana” e nada mais.

O governador afirmou: “Eu sou gay, eu sou gay. E sou um governador gay, não sou um gay governador, tanto quanto Obama, nos Estados Unidos, não foi um negro presidente, foi um presidente negro.”

Para Wyllys, a fala reforça a negação da identidade. O petista ainda relembrou que o tucano apoiou de forma explícita e alegre um “racista homofóbico” que atua contra a comunidade LGBTI — referindo-se ao presidente Jair Bolsonaro.

“E o que mais me espanta é a maneira como jornalistas da chamada mídia alternativa entram nessa festa pobre sem nenhuma crítica e ainda querendo sugerir (quase impor) a nós LGBTQ assumidos (e na luta desde sempre!) que louvemos esse jogo da mesma forma ingênua, pra não dizer burra.”

Willys também citou a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT). Segundo ele, a imprensa pecou em não dar o mesmo destaque a ela. A “saída do armário” de Leite, ainda segundo Wyllys, teria sido feita sob medida ao programa da Rede Globo.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios