BrasilDestaque

AO VIVO: CPI da Pandemia ouve depoimento de Cabo da Polícia Militar de MG que denunciou pedido propina em vacinas

CPI da Covid no Senado antecipou para esta quinta-feira (1º) o depoimento de Luiz Paulo Dominguetti Pereira, representante da empresa Davati Medical Supply, que contou em entrevista à Folha nesta semana ter ouvido do ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde Roberto Ferreira Dias um pedido de propina no valor de US$ 1 por dose de vacina negociada pela empresa com a pasta.

O cabo da Polícia Militar de Minas Gerais Luiz Paulo Dominghetti Pereira afirma ter recebido pedido de propina de representante do Ministério da Saúde para conseguir vender doses da vacina Astrazeneca.

A Davati procurou o Ministério da Saúde com a proposta de negociar 400 milhões de doses da vacina da AstraZeneca contra a Covid-19. A cobrança de propina para fechar contrato com a pasta teria acontecido no dia 25 de fevereiro, em um jantar no restaurante Vasto, no Brasília Shopping, na capital federal.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios